Recados


Prezados naturalistas, Gostaria de chamar a sua atenção para cinco guias livremente disponíveis na Internet e que possam ajudar na identificação dos seguintes organismos: 2018. AVES ESTUARINAS (Paraná) 2015. Conchas de MOLUSCOS MARINHOS (Paraná) 2014. FÓSSEIS (Paraná) 2012. PEIXES (rio Iguaçu) 2004. BORBOLETAS FRUGÍVORAS (local próximo a cidade de São […]

Guias de identificação



1
No ano passado, a Prefeitura de Curitiba tomou a louvável iniciativa de plantar cambará (Lantana camara) na Praça Santos Andrade, bem em frente do Teatro Guaíra. Trata-se de um subarbusto cujas flores são muito atraentes para borboletas e beija-flores. Sempre que visito Curitiba dou uma espiada naquele jardim, situado no […]

Estação das borboletas



3
As construções humanas, após do abandono, logo são invadidas por algas, fungos, liquens, plantas, invertebrados, morcegos e zumbis, que renovam o ambiente por completo. A arte produzida pelo referido conjunto de sem-terra e sem-teto pode ser admirado numa das mais belas exposições fotográficas já vistas em Curitiba: “RUÍNAS”. A amostra […]

O FOTÓGRAFO-DA-NATUREZA MAIS ARTÍSTICO DO PARANÁ


Caros amigos, O ornitólogo paulista Dalgas Frisch, autor do primeiro guia das aves brasileiras, pediu se eu poderia preparar para ele um resumo das minhas observações sobre aves migratórias no litoral paranaense. Felizmente, esse resumo já existe, na forma da minha “Carta 71. A caça à Primeira“, distribuída em 31 […]

Um resumo sobre aves migratórias