Carta 204. Sem lenço sem documento


Carta 204. Sem lenço sem documento

(André de Meijer, 22/09/2018)

Como é prazeroso caminhar sem rumo pelos bairros bem arborizados das cidades. Ainda mais na estação fria: é muito bom de andar sem suar, sem lenço. A peculiaridade do inverno é que em cada passeio se encontre alguma espécie adicional abrindo as primeiras flores da nova temporada.

No Paraná, o número de plantas que tipicamente inicia sua florada no inverno é grande e, destas espécies, uma parte considerável é exótica e procedente de regiões de clima temperado, muitas delas ocorrendo inclusive na minha terra natal, a Holanda.(a)

Entre as plantas nativas do Paraná, os gêneros com o maior número de espécies iniciando sua florada no inverno são Handroanthus (ipês), Mikania (micânias e guacos) e Solanum. Em Curitiba, além dos tapetes de flores caídas dos ipês, chama atenção no inverno a florada de outra árvore espetacular, Tibouchina sellowiana (manacá-da-serra), cujas flores são brancas ao abrir, depois se tornam rosáceas e são violáceas na fase final. Esta característica, de flores mudando de cor, a espécie divide com seu congênere T. pulchra (jacatirão), muito abundante no litoral e com flores do fim da primavera ao fim do verão, não no inverno. As duas espécies são parecidas, mas em T. sellowiana as folhas têm três nervuras primárias e, nas flores, o estilete é glabro ou subglabro, enquanto em T. pulchra as folhas têm cinco nervuras primárias e o estilete é densamente piloso (Chiea 1990, Martins et al. 2009, Meyer et al. 2010, Wurdack 1962).(b) Além disso, as folhas de T. sellowiana são um pouco mais curtas do que em T. pulchra.

 

No litoral paranaense, as espécies de Mikania estão entre as principais plantas nectaríferas para borboletas no inverno. Na mesma estação, para os beija-flores, são importantes no litoral, além do nativo mulungu (Erythrina speciosa), uma grande variedade de plantas exóticas: Bauhinia variegata, Dombeya, Hibiscus, Malvaviscus, Megaskepasma, Musa, Schefflera actinophylla, Spathodea e Thunbergia grandiflora. Em Curitiba, os beija-flores visitam no inverno a bracatinga (Mimosa scabrella), a gravatá Aechmea distichantha e, provavelmente, também a abundante coerana (Cestrum bracteatum), além das exóticas Citrus e Eucalyptus.

 

Quem pensa que o inverno é uma estação pobre em flores e frutos está enganado. Neste inverno tenho visto um total de 505 espécies floridas e/ou frutificando, a saber, 433 espécies com flores e 151 com frutos. Foi uma surpresa para mim constar que, deste total, menos que a metade é nativa! Das espécies, 236 são do Paraná, 23 procedem de outras partes do Brasil e 246 são do exterior. (A listagem das espécies será apresentada na minha próxima circular: “Flores e frutos no inverno, no leste do Paraná”.)

Escrevi esta carta principalmente para lhes fazer um convite. Gostaria que participassem de um “esporte” do qual eu sou adepto entusiasta há anos. Consiste em caminhar sem documento e anotar a data do começo da florada das espécies listadas no Apêndice 1. Além de ser um estímulo para sair da casa e observar as plantas com alegria alegria, este costume lhe manterá mais ligado aos fenômenos naturais que acontecem ao seu redor. Ao mesmo tempo, você contribuirá à ciência: as suas anotações fenológicas poderão ser usadas futuramente para quem busca indícios de uma mudança climática. No Apêndice 1 são incluídas as minhas próprias datas do início da florada do inverno de 2018. Sugiro que você imprima a lista e a pendure acima da sua escrivaninha, como lembrete para contribuir. Para você colaborar não é necessário conhecer todas as espécies: você preencherá somente aquelas que lhe são familiares.

Eu poderia criar um outro apêndice listando as plantas que encerram a sua florada no inverno. Naquela lista entraria a última observação da florada de uma dada espécie. Mas, obviamente, não é tão fácil saber que aquela flor será a última encontrada na estação. Uma das espécies a integrar este segundo apêndice seria o agapanto (Agapanthus africanus), procedente da África do Sul e que, no leste do Paraná, encerra a sua florada no início do inverno,(c) abrindo as novas flores somente no início da primavera. Há muitas outras plantas que iniciam a florada na primavera e a elas dedicarei outra carta, posteriormente.

Faltam poucos dias para as flores da guaçatunga (Casearia sylvestris e C. decandra) se abrirem por toda parte e então espalhar o cheiro de mel característico do começo da primavera.(d) Também, as aves do verão estão chegando. Prestam atenção.

 

(a) Plantas procedentes da parte da Europa de clima temperado e que em Curitiba tipicamente iniciam sua florada na primeira metade do inverno (entre parênteses o nome vulgar holandês): Achillea millefolium (duizendblad), Allium schoenoprasum (bieslook), Avena sativa (haver), Capsella bursa-pastoris (herderstasje), Conium maculatum (gevlekte scheerling), Euphorbia peplus (tuinwolfsmelk), Fragaria vesca (bosaardbei), Fumaria officinalis (gewone duivenkervel), Matricaria chamomilla (echte kamille), Mentha suaveolens (witte munt), Nasturtium officinale (Echte waterkers), Poa annua (straatgras), Spergula arvensis (gewone spurrie), Stachys arvensis (akkerandoorn), Veronica persica (grote ereprijs) e Vicia angustifolia (smalbladige wikke).

(b) O material que encontrei em Curitiba florido no mês de agosto tem folhas com três nervuras primárias e estilete nitidamente pubescente, assim parecendo intermediário entre Tibouchina pulchra e T. sellowiana. Neste sentido gostaria de citar Meyer et al. (2010): “Algumas coletas, em especial de municípios em zona de transição entre as florestas ombrófilas densa e mista, apresentaram características intermediárias entre T. sellowiana e T. pulchra, tais como três nervuras conspícuas e duas tênues, estilete com pouco indumento, às vezes esparso e somente próximo à base.”.

(c) Em duas ocasiões encontrei um exemplar do agapanto (Agapanthus africanus) florido em pleno inverno: em 19/07/2018, no bairro Bom Retiro, Curitiba e em 18/08/2018, no bairro Jardim Social, Curitiba.

(d) Em 22 de setembro (2018) encontrei o primeiro exemplar de Casearia decandra florida, no km 34 da PR-405. A árvore estava ainda sem folhas e a florada espalhava um fortíssimo cheiro de mel.

 

REFERÊNCIAS

Chiea, S.C. 1990. Flora fanerogâmica da Reserva do Parque Estadual das Fontes do Ipiranga (São Paulo, Brasil). 90 – Melastomataceae. Hoehnea 17: 127-151.

Martins, A.B. (Coord.) et al. 2009. Melastomataceae. Em: Wanderley, M.G.L., G.J. Shepherd, T.S. Melhem, A.M. Giulietti & S.E. Martins (Coord.). Flora fanerogâmica do estado de São Paulo, Vol. 6. Instituto de Botânica, São Paulo, pp. 1-167.

Meyer, F.S., P.J.F. Guimarães & R. Goldenberg. 2010. Tibouchina (Melastomataceae) do estado do Paraná, Brasil. Rodriguésia 61: 615-638.

Wurdack, J.J. 1962. Melastomataceae of Santa Catarina. Sellowia 14: 109-217.

 

 

Apêndice 1. As espécies de angiospermas que no leste do Paraná iniciam a sua florada no inverno; observações pessoais.(1)

   Família Espécie Cor Flor Ho Procedência da espécie Ocor-

rência

Data do início da florada em 2018 (2)
Nome científico Nome comum Cur Lit
Acanthaceae Chamaeranthemum venosum prateadinha (L) Vi 8-9 hb EX (América Central) +   Agosto 27
Eranthemum pulchellum folhagem-azul (F), salva-azul (L) Az 7-8 arb EX (Índia)   +  
Justicia carnea justícia, jacobínia (L), bâlsamo-cor-de-carne (F) Vi 9-4 hb PR   + Setembro 14
Justicia floribunda farroupilha (L) Vo 8 ah PR +    
Justicia kleinii junta-de-cobra-de-klein (F) Vi 8-11 hb PR + + Agosto 29
Pseuderanthemum carruthersii pseudoerântemo (F) Vi 9 arb EX (Polinésia)   + Setembro 21
Pseuderanthemum riedelianum junta-de-cobra-pintada (F) Vi 6-7 arb PR   + Julho 1
Ruellia devosiana planta-veludo (L) Vi 8-9 hb PR +    
Ruellia squarrosa ruélia-roxa (L) Vi 9 ah EX (América tropical)   + Setembro 22
Thunbergia fragrans carólia (F), tumbérgia-branca (L) Br 6-9; 1-2 arb (tr) EX (Índia)   + Julho 4
Adoxaceae Sambucus australis sabugueiro (F), sabugueiro-do-brasil (L) Br 8-1; 5 arb PR + +  
Alstroemeriaceae Alstroemeria caryophyllaea jacinto (L) Vo 7-8 hb EX (América do Sul)   + Agosto 1
Amaranthaceae Iresine herbstii coração-magoado (F) Br 6-8 hb EX (América do Sul)   + Julho 4
Pfaffia glomerata corango-sempreviva (F) Br 9; 4 hb PR   + Setembro 6
Amaryllidaceae Allium schoenoprasum cebolinha (L) Br 8-11 hb EX (Europa) + +  
Clivia miniata clívia (L) Vo 7-11 hb EX (África do Sul) +   Julho 21
Crinum X powellii crino, açucena-gigante (L) Vi 7; 10-11 hb EX (África do Sul) +   Julho 17
Hippeastrum blossfeldiae La 8-9 hb PR   + Setembro 2
Anacardiaceae Mangifera indica mangueira (F) Br 7-8 arv EX (Burma e Índia)   + Agosto 1
Schinus terebinthifolius aroeira-vermelha (F) Br 8-4 (fruto 2-6) arv PR + + Agosto 16
Apiaceae Conium maculatum cicuta (F, L) Br 8-4 hb EX (Europa) +   Agosto 17
Cryptotaenia japonica mitsubá, salsa-japonesa (L) Br 8-11 hb EX (leste da Ásia) +   Agosto 16
Eryngium koehneanum caraguatá-de-koehne (F) Br 8; 2 hb PR +   Agosto 16
Apocynaceae Apocynoideae Allamanda blanchetii alamanda-roxa (L) Vi 8-9; 1-5 arb (tr) BR + +  
Nerium oleander espirradeira (L) Vi 8-11; 4-5 arb EX (região Mediterrânea da Europa e África) + + (não ainda)
Plumeria rubra jasmim-do-pará (F), frangipane (L) Br, Vo 8-4 arb EX (América Tropical)   + (não ainda)
Apocynaceae Asclepiadoideae Orthosia urceolata Br 7-8 hb (tr) PR +   Julho 17
Tassadia subulata var. florida (sinôn. Orthosia scoparia) cipó-de-leite (F) Br 8-9 hb (tr) PR +   Agosto 27
Araceae

 

Caladium X hortulanum tinhorão (L) Br 7-8 hb EX (América tropical)   + (não ainda)
Zantedeschia aethiopica copo-de-leite (L) Br 7-11 hb EX (África do Sul) +   Julho 17
Araliaceae Schefflera actinophylla árvore-guarda-chuva (L) Ve 6-10

(fruto maduro 8-11)

arv EX (Austrália)   + Agosto 14
Arecaceae Bactris setosa tucum (F), coco-de-natal (L) Br 6-8 arv PR   +  
Neodypsis decaryi palmeira-triângulo (L) Br 8 arv EX (Madagascar) +    
Aristolochiaceae Aristolochia chamissonis jarinha-de-chamisso (F) Ve 8 arb (tr) PR   +  
Asparagaceae Dracaena fragrans coqueiro-de-vênus, dracena (L) Br 7-8

(fruto maduro 9)

arb EX (África)   + Agosto 4
Asteraceae Achillea millefolium milefólio (L) Br, Vo 6-7; 10-11 hb EX (Europa e Ásia ocidental) +   Junho 27
Acmella serratifolia Am 7-8 hb PR   +  
Argyranthemum foeniculaceum céu-estrelado (L) Br 6-7 hb EX (Ilhas Canárias) +   Junho 21
Baccharis crispa carqueja (F, L) Br 8-10; 5-6 hb PR   + Setembro 6
Callistephus chinensis rainha-margarida (L) Vi 7-9 hb EX (China e Japão) +   Agosto 19
Coleostephus myconis malmequer (L) Am 8-11 hb EX +   Agosto 18
Cotula villosa Ve 7-11 hb BR +    
Dahlia pinnata dália (L) Vo 7-1 hb EX (México) +   Julho 18
Erechtites hieracifolius almeirãozinho (F), capiçoba (L) Am 6-3 hb PR + + Julho 1
Gazania rigens gazânia (L) La 7-8 hb EX (África do Sul) +   Julho 19
Gymnanthemum amygdalinum figatil Br 6-11 arv BR   + Julho 4
Helianthus annuus girassol (L) Am 8-5 hb EX (Estados Unidos) +    
Heterocondylus alatus eupatório (F) Vi 8-9; 3-4 arb

 

PR   + (não ainda)
Lepidaploa balansae tatatai (F) Vi, Br 8-9 arb PR + + Agosto 17
Matricaria chamomilla camomila Am 6-8; 1 hb EX (Europa) +   Agosto 17
Melampodium divaricatum botão-de-ouro (L) Am 8-1 hb PR   + (não ainda)
Mikania burchellii cundurango-de-burchel (F) Br 8-9 hb (tr) PR +   Agosto 28
Mikania glomerata guaco (F) Ve 7-10 arb (tr) PR   + Julho 4
Mikania hirsutissima guaco-cabeludo (F) Br 7-8 arb (tr) PR + + Agosto 13
Mikania lindleyana micânia-de-lindley (F) Br 7-8 arb (tr) PR   + Agosto 6
Mikania salviifolia micânia (F) Br 7-8 hb (tr) PR +   Agosto 20
Mikania trinervis micânia (F) Br 6-8 arb (tr) PR   + Junho …
Mikania ulei micânia-de-ule (F) Br 7-8 arb (tr) PR   +  
Piptocarpha oblonga braço-do-rei (F) Ve 7-8 arb (tr) PR   + Julho 29
Senecio brasiliensis flor-das-almas (F), maria-mole (L) Am 8-2 hb PR + + Agosto 17
Senecio oleosus margarida-melada (F) Am 7 hb PR +    
Tanacetum parthenium matricária-cheiroso (L) Br 8-11 hb EX (Europa e Caucaso) +   Agosto 18
Xanthium strumarium carrapicho-bravo (L) Ve 8 hb EX (possivelmente do continente Americano) +    
Balanophoraceae Lophophytum leandri fel-da-terra (F) Ve 8 hb (pa) PR   +  
Begoniaceae Begonia coccinea begônia-coccínea (F), begônia-asa-de-anjo (L) Vo 8; 4 hb BR +    
Begonia convolvulacea begônia-de-barraço (F) Br 6-9 hb (tr) PR   + Agosto 1
Begonia radicans begônia-trepadeira-vermelha (F) Vo 8-11 hb (tr) PR   + (não ainda)
Begonia X ricinifolia begônia-folha-de-mamona (L) Vi 7-9 hb EX (México)   + Agosto 1
Bignoniaceae Adenocalymna dusenii cipó-cruz-amarelo (F) Am 6-8 hb (tr) PR   + Julho 1
Amphilophium dusenianum pente-de-macaco-miúdo (F) Vi 6 arb (tr) PR +   Junho 6
Anemopaegma chamberlaynii var. tenerius catuaba (F) Am 6-8; 11 hb (tr) PR   +  
Dolichandra unguis-cati unha-de-gato (F, L) Am 7-10 arb (tr) PR + +  
Handroanthus albus ipê-da-serra (F, L) Am 8-10 arv PR +   Agosto 16
Handroanthus catarinenses ipê-amarelo Am 8 arv PR +    
Handroanthus chrysotrichus ipê-do-morro (F, L) Am 7-8 arv PR + + Julho 19
Handroanthus umbellatus ipê-amarelo, ipê-da-várzea (F) Am 8-11 arv PR   + (não ainda)
Jacaranda puberula carobinha (F, L) Vi 7-11 arv PR + + Setembro 7
Pyrostegia venusta cipó-de-são-joão (F, L) La 6-10 arb (tr) PR + + Junho 20
Tabebuia cassinoides caixeta, caxeta (L) Br 8-3 arv PR   + (não ainda)
Tanaecium pyramidatum cipó-de-folha-dura (F) Vi 6-12 hb (tr) PR   + Julho 1
Boraginaceae Cynoglossum amabile miosótis-da-china (L) Vi 8-11 hb EX (China) +    
Varronia curassavica balieira-cambará (F), erva-baleeira (L) Br 8-3 ah PR + +  
Varronia polycephala balieira (F), maria-preta (L) Br 7-1 (fruto maduro 10) ah PR   + Agosto 1
Brassicaceae Brassica juncea mostarda (L) Am 7-2 hb EX (leste da Ásia) + + Julho 18
Brassica oleracea var. acephala couve-manteiga (L) Am 8-11 hb EX (sul da Europa) + + Agosto 16
Brassica rapa mostarda-do-campo (L) Am 8-9 hb EX (região mediterrânea da Europa) + +  
Capsella bursa-pastoris bolsa-de-pastor (L) Br 7-11 hb EX (Europa) +   Julho 18
Lepidium virginicum mastruz (L) Br 7-1 hb BR   + Agosto 1
Nasturtium officinale agrião (L) Br 8-11 hb EX (Europa) +   Agosto 25
Bromeliaceae Aechmea cylindrata gravatá (F) Vi 6-9 hb (ep) PR   + Julho 1
Aechmea ornata gravatá-de-lança (F) Vi 7 hb (ep) PR +   Julho 12
Vriesea incurvata gravatá (F) Am 8; 2-5 hb (ep) PR   +  
Cactaceae Nopalea cochenillifera cacto, nopal (L) Vo 7-4 arb EX (México) + + Agosto 1
Pereskia grandifolia cacto-rosa (L) Vo 7-11 arb BR   + Agosto 1
Rhipsalis campos-portoana Br 8 hb (ep) PR +   Agosto 17
Rhipsalis pachyptera comambaia (F) Br 8 hb (ep) PR   + (não ainda)
Campanulaceae Lobelia erinus lobélia-azul (L) Az 8-11 hb EX (África do Sul)   +  
Caprifoliaceae Valeriana scandens erva-de-gato Am 6 hb (tr) PR +   Junho 14
Caryophyllaceae Cerastium glomeratum orelha-de-rato (L) Br 7-8

(fruto maduro 1-12)

hb PR +    
Silene gallica alfinete-da-terra (L) Br 7-12 hb EX (Mediterrânea do Velho Mundo) +    
Spergula arvensis gorga (L) Br 7-9; 12 hb EX (Europa) +   Julho 18
Commelinaceae Dichorisandra thyrsiflora Az 7-8; 1-2 hb PR + + Junho 27
Gibasis pellucida véu-de-noiva (L) Br 8-9 hb EX (América tropical) +   Agosto 26
Tradescantia fluminensis trapoeraba Br 7-12 hb PR +    
Convolvulaceae Ipomoea batatas batata-doce (L) Vi 7-8 hb (tr) EX (provavelmente América do Sul)   +  
Ipomoea carnea subsp. fistulosa algodão-bravo, ipomeia-arbórea (L) Vi 8-9; 5 arb PR   +  
Crassulaceae Crassula ovata bálsamo, planta-jade (L) Vo 6-7 arb EX (África do Sul) +   Junho 27
Graptopetalum paraguayense planta-fantasma (L) Br 8-9 hb EX (México) +   Agosto 26
Kalanchoe blossfeldiana calancoê (L) Vo 6-11 hb EX (Madagascar) +   Junho 27
Kalanchoe delagoensis flor-da-abissínia (L) Vo 8 hb EX (Madagascar) +   Agosto 19
Kalanchoe prolifera suculenta-havaiana (L) Vo 8 hb EX (Madagascar) +   Agosto 19
Sedum dendroideum bálsamo (L) Am 8-9 hb EX (México)   +  
Sedum pachyphyllum dedinhos-da-moça (L) Am 8 hb EX (México) +    
Cucurbitaceae Wilbrandia longisepala Am 8-5 hb (tr) PR + + Setembro 5
Cyperaceae Schoenoplectus californicus piri Ma 8-9; 2 hb PR   + (não ainda)
Scleria sellowiana Ve 6 (fruto 6) hb PR +   Junho 14
Droseraceae Drosera capillaris orvalhinha (F) Vi 7; 10-11 hb PR   +  
Ericaceae Rhododendron thomsonii rododendro, azaleia-arbórea (L) Vi 7-8 arb EX (China e Tibete) +   Julho 21
Escalloniaceae Escallonia bifida canudo-de-pito (F, L) Br 8-3 arv PR +    
Euphorbiaceae Codiaeum variegatum costa-de-sapo (F), louro-variegado (L) Br 8-9 arb EX (Índia, Malásia e Ilhas do Pacífico)   + Agosto 6
Croton myrianthus velame (F) Br 8-2 (fruto 9) arb PR +   Agosto 28
Euphorbia peplus leiteira (F) Ve 7-1 hb EX (Europa) +   Julho 11
Euphorbia potentilloides Ve 7-4 hb PR   + Agosto 6
Sebastiana commersoniana branquilho (F, L) Ve 8-2 arv PR +   Agosto 23
Fabaceae – Caesalpinioideae Bauhinia variegata var. candida pata-de-vaca (L) Br 6-12 arv EX (Índia) + + Junho 27
Caesalpinia pulcherrima flamboiant-mirim (F), flamboianzinho (L) Vo 8-5 arb EX (Antilhas)   + Setembro 10
Cassia leptophylla bolão-de-ouro (F), falso-barbatimão (L) Am 8-2 arv PR +   Agosto 18
Senna macranthera fedegoso (F), manduirana (L) Am 8-5 arv PR + + (não ainda)
Fabaceae – Faboideae Aeschynomene paniculata sensitiva-mansa (L) Am 7-8 hb PR   +  
Arachis repens amendoim-rasteiro (L) Am 9-3 hb BR +   Setembro 19
Cajanus cajan guandu, feijão-andu (L) Am 6-8 arb EX (Índia) + + Junho 27
Crotalaria juncea guiso-de-cascavel Am 7-8 arb EX (Índia)   + Agosto 1
Crotalaria vitellina guiso-de-cascavel Am 8-3 hb PR   +  
Erythrina speciosa mulungu (L) Vo 6-1 arv PR + + Junho …
Galactia cf. martii Am 7-8 hb (tr) PR   +  
Vicia angustifolia Vi 7-12 hb EX (Europa) +   Julho 20
Wisteria floribunda glicínia (L) Vi 8-11 arb (tr) EX (Japão) +   Agosto 18
Fabaceae – Mimosoideae Acacia mearnsii acácia-negra (F, L) Br 8 arv EX (Austrália) +    
Acacia podalyriifolia acácia-mimosa (F, L) Am 5-8 arv EX (Austrália) +   Junho 8
Inga nobilis subsp. nobilis ingá-chichica, ingá-de-sapo, macamam (Souza 2012) Br 8-5 arv BR (Norte e Nordeste)   + Setembro 6
Mimosa pigra malícia-de-boi (F) Vi 7; 12-4 arb PR +   Julho 18
Mimosa ramosíssima juquiri (F) Vo 8-1 ah PR +   Agosto 16
Mimosa scabrella bracaatinga (F, L) Am 7-11 (fruto 11) arv PR + + Julho 26
Gesneriaceae Nematanthus fissus arnica-do-mato Vo 8 hb (ep) PR   + Agosto 13
Sinningia speciosa gloxínia (L) Vi 8-9 hb BR   +  
Sinningia sp. A rainha-do-abismo Vo 8 hb PR +    
Hamamelidaceae Loropetalum chinense amamélis (L) Vi 8 hb EX (China) +   Agosto 18
Iridaceae Freesia refracta frésia (L) Br, Vi 8-9 hb EX (África do Sul) +   Agosto 18
Iris japonica íris-franjada (L) Br 7-8 hb EX (China) +   Julho 12
Watsonia meriana palminha-rosa (L) Vi 7-8 hb EX (África do Sul) +   Julho 19
Lamiaceae Callicarpa reevesii calicarpa (L) Vi 7-8; 2 (fruto maduro 8-9) arv EX (China)   + Agosto 1
Clerodendrum splendens clerodendro (L) Vo 7 arb (tr) EX (África tropical) +   Julho 21
Clerodendrum thomsoniae lágrima-de-cristo (L) Br (Vo) 6-2 arb (tr) EX (África ocidental) + + Agosto 1
Mentha suaveolens  menta, hortelã Br (Vi) 8-9 hb EX (Europa)   +  
Ocimum campechianum alfavaca (L) Vi 7-12 hb PR   + Agosto 1
Rosmarinus officinalis alecrim (L) Vi 6-7 hb EX (sul da Europa e Ásia Menor) +   Julho 19
Stachys arvensis orelha-de-urso (L) Vi 7-11 hb EX (Europa) +   Julho 12
Tetradenia riparia limonete (L) Br 7-8 hb EX (África do Sul) + + Julho 12
Lauraceae Persea americana abacateiro (L) Br 7-9 (fruto maduro 5-6) arv EX (América Central e México) + + Julho 31
Linderniaceae Lindernia rotundifolia papa-terra (F) Vi 7-4 hb PR   + Agosto 4
Torenia fournieri amor-perfeito-de-verão (L) Vi 8-9; 1-4 hb EX (Ásia tropical) + + Agosto 10
Lythraceae Punica granatum resedá (L), romã (L) Vo 7-1 arv EX (Ásia Menor) + + Agosto 6
Magnoliaceae Magnolia champaca champaca (F), magnólia-amarela (L) Am 8-1 (fruto maduro 4-5 arv EX (Índia e Himalaia)   +  
Magnolia liliflora magnólia-roxa (L) Vi 8 arv EX (China e Japão) +   Agosto 18
Malpighiaceae

 

Malpighia glabra acerola (L) Vi 8 (fruto maduro 12-5) arb EX (América Central)   + (não ainda)
Malvaceae Abutilon darwinii sino-amarelo (F) Am 6-8 arb BR +   Junho 27
Gossypium sp. algodão (L) Br 8-9 hb EX   +  
Pseudobombax grandiflorum embiruçu (F, L) Br 6-8 arv PR   + Junho …
Spirotheca rivieri var. passifloroides mata-pau-de-espinho (F) Vo 7-8 arv PR   +  
Marantaceae Stromanthe thalia caetê-bravo (L) Br 6-7; 10-11 hb PR +   Junho 27
Melastomataceae Heterocentron subtriplinervium Vi 7-11 hb EX (Guatemala e sul do México) + + Julho 19
Ossaea amygdaloides Br 8-10 arb PR   +  
Tibouchina cerastifolia Vi 6 ah PR +   Junho 16
Muntingiaceae Muntingia calabura calabura (L) Br 8-9 arv BR (Amazônia)   + Setembro 3
Myrtaceae Myrrhinium atropurpureum murtilho (F) Vo 8-11 arv PR +    
Syzygium jambos jambo-amarelo (F, L), jambo-cheiroso (L) Br 8-10 arv EX (índia e Malásia)   +  
Oleaceae Jasminum nitidum jasmim-asa-de-anjo (L) Vi 8 arb EX (Arquipélago Bismarck, do Pacífico) +   Agosto 18
Jasminum polyanthum jasmim-dos-poetas (L) Br 7-8; 11-3 arb (tr) EX (China e Birma) +   Julho 21
Orchidaceae Aspidogyne longicornu Ve 8 hb PR   +  
Brasiliorchis picta Vi, Am 7 hb (ep) PR +   Julho 12
Campylocentrum linearifolium Br 7 hb (ep) PR   + (não ainda)
Cranichis candida Br 8 hb (ep) PR   + (não ainda)
Hadrolaelia coccinea Vo 7-8 hb (ep) PR +   (Julho 29; leg. Donald Schause, com.pess.)
Phaius tancarvilleae orquídea-da-terra (L) Br 8-9 hb EX (índia, China, Malásia e Austrália)   + Setembro 3
Phalaenopsis X hybridus falenópsis (L) Vi 8-9 hb (ep) EX (Australásia)   +  
Prescottia densiflora Br 9-10 hb PR   + Setembro 21
Papaveraceae Fumaria officinalis fumária (L) Vi 8-12 hb EX (Europa) +   Agosto 19
Passifloraceae Passiflora actinia maracujá (F) Vi 8-10 arb (tr) PR +   Agosto 19
Phytolaccaceae Petiveria alliacea guiné (L) Br 7-3 hb EX (Caribe) + + Agosto 1
Piperaceae Peperomia trineura erva-de-jaboti (F) Ve 7 hb (ep) PR + + Julho 12
Piper arboreum var. arboreum pimenta-do-mato (F) Ve 8 arv PR   +  
Piper cernuum joão-guarandi-do-grado (F) Ve 7-8 arb PR   + Julho 12
Piper mikanianum jaguarandi (F) Ve 8 arb PR +   Agosto 17
Pittosporaceae Pittosporum undulatum pau-incenso (L) Br 8-11 arv EX (Austrália) + + Agosto 19
Plantaginaceae Antirrhinum majus boca-de-leão (L) Vo 6-8 hb EX (região mediterrânea) +   Junho 20
Veronica persica verônica-da-pérsia (F), mentinha (L) Az 7-1 hb EX (Europa e Oriente Médio) +   Julho 11
Poaceae Avena sativa aveia (F) Ve 8 hb EX (Europa) + +  
Bambusa tuldoides bambu (F) Ve 7-10 arb EX (sul da China)   +  
Chusquea bambusoides criciúma (F) Ve 6-10 (frutos 1-2) arb (tr) PR   + (não ainda)
Cymbopogon citratus capim-limão (F) Ve 6-8 hb EX (Velho Mundo) + + Junho 12
Holcus lanatus holco (F) Ve 7-8 hb EX (Europa) +    
Paradiolyra micrantha taquari (F) Ve 6-12 hb PR   + Julho 1
Phalaris canariensis alpiste (F) Ve 8-9 hb EX (África e Ilhas Canárias)   +  
Poa annua pé-de-galinha (F), pastinho-de-inverno (L) Ve 6-2 hb EX (Europa) +   Junho …
Pseudechinolaena polystachya pastinho-de-mato (F) Ve 6-3 hb PR + + Junho 12
Setaria sulcata capim-palmeirinha (F) Ve 8-3 hb PR +   Agosto 17
Triticum aestivum trigo (F) Ve 8 hb EX (provavelmente sudoeste da Ásia) + + Agosto 22
Polygalaceae Polygala lancifolia timutu-açu-folha-de-lança (F) Br 7 ah PR +   Julho 12
Polygonaceae Polygonum stelligerum Br 7 hb PR +    
Rumex acetosella azedinha (L) Br 6-7 hb PR +    
Portulacaceae Talinum triangulare beldroega-graúda (L) Vi 8 hb PR   +  
Primulaceae Myrsine balansae capororoca Br 7 arv PR +   Julho 17
Primula X polyantha violeta-vermelha (L) Vi, Vo 8-9 hb EX (Europa) +   Agosto 26
Proteaceae Grevillea banksii grevilha-anã (L) Vo 8-12 arv EX (Austrália) +    
Grevillea robusta grevilha (L) Am 8-11 arv EX (Austrália) +   Agosto 19
Ranunculaceae Ranunculus muricatus Am 7-11 hb EX (região Mediterrânea da Europa) +    
Rosaceae Fragaria vesca morangueiro-da-europa (L) Br 7-11 hb EX (Europa e Ásia) +   Julho 21
Kerria japonica quérria (L) Am 8 hb EX (China e Japão) +    
Potentilla indica morangueiro-brabo (F) Am 9-12 hb EX (zonas temperadas e subtropicais do continente asiático) + + Setembro 7
Prunus persica pessegueiro (F) Vo 6-8 arv EX (China e Japão) +   Junho 27
Prunus serrulata cerejeira-do-japão (L) Vi 6-8 arv EX (Japão) +   Junho …
Rubus brasiliensis amoreira-branca (F) Br 8 (fruto 6) arb (tr) PR +    
Rubus erythroclados amoreira-branca (F) Br 7-11 arb (tr) PR +    
Rubus rosifolius var. coronarius framboeseira-silvestre-dobrada (F) Br 7-3 (fruto maduro 7) arb (tr) PR + + Julho 17
Rubiaceae Emmeorhiza umbellata poáia-dos-morros (F) Br 7-8 arb (tr) LI   + Agosto 8
Manettia paraguariensis coral (F) Vo 8 hb (tr) PR   +  
Sabicea villosa caninana (F) Br 7-8; 12-4 hb (tr) PR   + (não ainda)
Rutaceae Citrus sinensis laranjeira-comum (F) Br 7-9 (fruto maduro 4-8) arv EX (China) + + Agosto 1
Citrus X limon limão (F) Br 7-8; 2-3

(fruto maduro 3-11)

arb EX (sudeste da Ásia) + + Agosto 23
Ruta graveolens arruda (F) Am 8-11 ah EX (sul da Europa) +   Agosto 18
Salicaceae Casearia decandra guaçatunga (F, L) Br 9 arv PR   + Setembro 22
Casearia sylvestris var. sylvestris cafezeiro-do-mato (F), guaçatunga (L) Br 8-10 arv PR + +  
Salix humboldtiana salseiro (F, L), salgueiro (L) Ve 8-11 arv PR +   Agosto 25
Sapindaceae Allophylus edulis vacum (F), chal-chal (L) Br 7-12 (fruto 11-12) arv PR +   Julho 21
Scrophulariaceae Buddleja stachyoides barbasco-do-brasil (F), barbasco (L) Am 6-2 ah PR +   Julho 20
Smilaceae Smilax cf. cognata japecanga (L) Ve 8-9 hb (tr) PR +   Agosto 28
Solanaceae Browallia americana brovália (F, L) Vi 6-1 hb EX (América do Sul)   + Julho 4
Capsicum mirabile pimenta-braba (F) Br 7-8; 12-1 arb PR + + Julho 15
Cestrum corymbosum coerana-amarela (F, L) Am 7-1 arb PR +   Agosto 29
Nicotiana tabacum fumo (F, L) Vo 8-4 hb EX (Argentina e Bolivia) +    
Solanum corymbiflorum subsp. corymbiflorum baga-de-veado (F) Br, Vi 8-11 arb PR +   Agosto 28
Solanum inodorum joá-cipó-branco (F) Br 8 hb (tr) PR +   Agosto 16
Solanum laxum joá-cipó (F) Br, Vi 8-11 hb (tr) PR +    
Solanum megalochiton joá-velame (F) Vi 6-11 arv PR +   Junho 12
Solanum paniculatum jurubeba-verdadeira (F), jurubeba (L) Br 7-9 ah PR + + Setembro 7
Solanum pinetorum baga-de-bugre (F) Vi 7-11 arb PR +    
Solanum sanctae-catharinae joá-manso (F) Br 7-12 arv PR + + Agosto 6
Solanum scuticum juveva (F), jurubeba (L) Br 7-11 arb PR   + Setembro 7
Solanum sessiliflorum cubiu, maná (L) Br 7-8 ah BR   + Setembro 7
Solanum variabile jurubeba-velame (F) Br 6-2 arb PR +   Junho 14
Solanum viarum joá (F, L) Br 8-1 ah PR   +  
Thymelaceae Daphnopsis racemosa embira-branca, ibiratinga (F) Br 8-10 arb PR +   Agosto 16
Verbenaceae Congea tomentosa congeia (L) Vi 7-9 arb EX (Índia e Malásia)   + Agosto 1
Xanthorrhoeaceae Kniphofia uvaria tritoma (L) Vo 6-11 hb EX (África) +   Junho 10
Zingiberaceae Etlingera elatior bastão-do-imperador (L) Vo 8-4 hb EX (Indonésia)   + Setembro 7

(1)

Nome comum: fontes são os fascículos da Flora Ilustrada Catarinense, 1965 até o presente (F), e os livros de Harri Lorenzi e coautores (L).

Cor = Cor dominante das pétalas (ou, algumas vezes, tépalas), lemas (para as poáceas) ou “escamas florais” (para as ciperáceas). Para espécies de asteráceas com diferença de cor entre as corolas liguladas e as corolas tubulosas, é considerado somente a cor das corolas liguladas.

Am = amarela; Az = azul; Br = branca; La = laranja; Ma = marrom; Pr = preta; Ve = verde; Vi = violeta, purpuro, rosada; Vo = vermelha.

Flor = Período da florada no leste do Paraná (observações pessoais a partir de 2005), indicada pelos números correspondentes aos meses.

Ho = Hábito: arv = arborescente; arb = arbustivo; ah = arbustivo-herbáceo; hb = herbáceo; (tr) = “trepador”; (pa) = parasita ou hemi-parasita (herbácea); (ep) = epífita.

Procedência da espécie: PR = nativa do Paraná; BR = nativa do Brasil, mas não do Paraná; EX = exótica (não nativa do Brasil).

Ocorrência: Cur = Região Metropolitana de Curitiba; Lit = litoral do Paraná.

(2) (não ainda) = a florada não tinha começado ainda em 22/09/2018.

Deixe um comentário